quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

RECOMENDAÇÕES SOBRE LIPOASPIRAÇÃO

Lipoaspiração-Orientações Pré e Pós Operatórias


RECOMENDAÇÕES PRÉ-OPERATÓRIAS:

- Comunicar-se com seu cirurgião plástico até 2 dias antes da cirurgia, em caso de gripe, período menstrual, indisposição, etc.
- Internar-se no hospital indicado na guia, obedecendo ao horário de internação.
- Evitar bebidas alcoólicas ou refeições muito lautas, na véspera da cirurgia.
- Evitar

todo e qualquer medicamento para emagrecer, que eventualmente esteja fazendo uso, por um período de 10 dias antes do ato cirúrgico. Isto inclui também os diuréticos.
- Programar suas atividades sociais, domésticas ou escolares, de modo a não se tornar indispensável a terceiros, por um período de aproximadamente 4 a 5 dias.


RECOMENDAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS:

- Evitar esforços por 8 dias.
- Levantar-se tantas vezes quanto lhe for recomendado por ocasião da alta hospitalar, obedecendo aos períodos de permanência sentado(a), assim como evitar ao máximo esforços máximos.
- Não se exponha ao sol ou friagem, por um período mínimo de 1 semana.
- Obedecer à prescrição médica.
- Voltar ao consultório para os curativos subseqüentes, nos dias e horários estipulados.






- Provavelmente você estará se sentindo tão bem, a ponto de olvidar-se que foi operada recentemente. Cuidado! A euforia poderá levá-lo(a) a um esforço inoportuno, o que determinará certos transtornos. Vale ressaltar que entre o 3o. e o 5o. dia pós-operatório, poderá haver uma discreta depressão emocional ou mesmo física. Isto é previsto e explicavel pela recuperação do seu organismo, em pról da sua fisiologia corporal.
- Não se preocupe com as formas intermediárias nas diversas fases. Tire com o seu cirurgião plástico, e somente com ele, quaisquer dúvidas que possam advir.
- Alimentação normal (salvo em casos especiais). Recomendamos alimentação hiperproteica ( carnes, ovos, leite ) assim como o uso de frutas.
- Aguarde para fazer sua "dieta ou regime de emagrecimento", após a liberação médica. A antecipação desta conduta por conta própria, poderá determinar conseqüências difíceis a serem sanadas.

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Celulite e Estrias ZERO!!!

Plástica BR




Carboxiterapia Corporal
O QUE É:A carboxiterapia é o termo conhecido na terapêutica subcutânea do Anidro Carbônico - CO2 – Gás Carbônico (faz parte da nossa fisiologia – organismo). É uma moderna técnica na qual o gás carbônico é injetado no tecido subcutâneo utilizando-se uma agulha muito fina, melhorando a circulação e oxigenação dos tecidos e também estimulando a formação de colágeno e novas fibras elásticas.
PRINCIPAIS INDICAÇÕES:• Celulite;
• Estrias;
• Flacidez, inclusive de braço "tchauzinho";
• Gordura Localizada.
COMO É REALIZADO:Durante o tratamento é injetado o gás carbônico, utilizando uma agulha muito fina, sendo controlado a infusão do fluxo e o volume total injetado dentre os parâmetros estabelecidos.
DURAÇÃO DO PROCEDIMENTO:Cerca de 20 minutos.
TEMPO DE RECUPERAÇÃO:Imediato, ao contrário dos outros métodos, a aplicação da carboxiterapia raramente causa um pouco de dor ou hematomas, fazendo com que a rotina do paciente não seja alterada.
CONTRA INDICAÇÕES:Gravidez
DURAÇÃO DO TRATAMENTO:O número de sessões varia de caso a caso, mas, em média, são necessárias 10 aplicações, 2 a 3 vezes por semana.

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Como cuidar da Beleza na Gestação!!

Sentir-se Linda na Gestação é possível!!
Plástica BR
Especial para gestantes





1-Posso usar esmalte durante a gravidez?
Posso usar esmalte durante a gravidez?Não existe nenhuma contra-indicação em usá-los durante a gestação, porque eles têm quantidades muito pequenas de substâncias que poderiam ser tóxicas ao feto. Só evite se você for alérgica ao produto. Mesmo assim, as alterações encontradas, como dermatite de contato alérgica, ou por irritação primária, não prejudicam a gravidez.
O problema encontra-se na quantidade de acetona do removedor de esmaltes. Não há estudos que mostrem sua segurança, portanto deve-se usar o menos possível. No parto, é indicado não pintar as unhas, pois elas são um sinal importante para o anestesista.

2- Como evitar o surgimento de estrias na barriga e nos seios?
Para começar, não engordando demais. Controle o peso e hidrate a pele com cremes à base de uréia e óleos essenciais como os de amêndoa, avelã, oliva e calêndula. A dica é aplicar porções generosas em todo corpo após o banho, especialmente nas áreas mais propensas como quadris, abdome e seios.

3- Porque surgem espinhas na face e no pescoço?
Por causa dos hormônios, responsáveis pelo aumento da produção das glândulas sebáceas na gestação e, consequentemente, da oleosidade da pele. O ideal é usar cremes com ácido salicílico, fazer limpeza de pele com luzes antiinflamatórias e peelings de cristal.


4- Por que a mulher grávida não pode pintar o cabelo? Gostaria de saber por que as mechas no cabelo são contra indicadas para as gentantes, principalmente no primeiro semestre, tendo em vista que esse procedimento não afeta a raiz.
O uso de alguns tipos de tintura de cabelo não é contra-indicado, mas, por precaução, recomenda-se sua utilização apenas a partir do segundo trimestre. È importante usar só tinturas industrializadas de procedência segura, pois eventuais laboratórios clandestinos podem fazer produtos com substâncias tóxicas. As tinturas antigas continham chumbo, o que aumentava as chances de aparecerem alergias na mulher, além de ser tóxico ao feto. Os produtos modernos têm pouca quantidade de amônia e substâncias alcóolicas, mas na dúvida é melhor evitar colorir o cabelo antes do terceiro mês. Mesmo depois dessa fase, embora não haja comprovação de que as substâncias químicas usadas nas colorações causem problemas ao feto, não se aconselha o uso de tintura de longa duração. O melhor é aplicar hena ou tonalizantes, que saem com as lavagens. As mechas também também não são recomendadas porque a absorção de substâncias não é feita exclusivamente pela raiz, mas por todo o couro cabeludo. Dependendo da tintura, pode causar um processo alérgico. Por precaução, é melhor esperar também o final do terceiro trimestre, pois a gestante, ao contrário de uma mulher que não está grávida, não pode fazer o uso de qualquer tipo de medicação se desenvolver uma alergia.

5- Posso fazer escova progressiva no cabelo?
Quem já tem história prévia de alergias não deve fazer durante toda a gestação. As demais precisam esperar até o fim do terceiro mês, por causa dos riscos de ocorrer um processo alérgico, mais comum entre as mulheres grávidas.


6- Por que o rosto mancha? O que fazer?
A pigmentação na gravidez é resultado da intensa ação hormonal na Segunda fase da gestação. Os hormônios da placenta, do bebê e da própria mãe agem sobre a pele, podendo criar manchar hiperpigmentadas. Isso aumenta a sensibilidade da pele ao sol, fazendo com que cerca de 75% das gestantes apresentam melasmas (manchas amarronzadas que aparecem nos dois lados do rosto, especialmente nas bochechas, no queixo e na área entre os lábios e o nariz). Para evitá-las, é necessário usar filtro solar todos os dias com FPS acima de 30, mesmo quando se está dentro de casa. E reaplicá-lo no meio do dia. Os cuidados devem ser ainda maiores na praia e na piscina: use sempre chapéu e óculos escuros com FPS, não tome sol direto no rosto e não se exponha por longos períodos. Os melhores horários são antes das 11 horas e após as 16 horas. Para amenizar as manchas são indicados peelings superficiais com ácido glicólico ou alfa-hidroxiácidos. Os tratamentos com substâncias despigmentantes só podem ser feitos após a amamentação.

7- Exercícios abdominais são permitidos durante a gestação? Quais as atividades físicas mais indicadas?
As opiniões dos especialistas divergem. Alguns acham que devem ser restringidos durante a gestação. Outros acreditam que no início da gravidez a mulher pode fazer abdominais sem causar nenhum prejuízo ao feto, mas a medida que a barriga for crescendo , mesmo se ela quiser, não conseguirá mais, pelo desconforto. No entanto, existem alguns exercícios que podem ser feitos naqueles equipamentos desenvolvidos especialmente para abdominais, em que a grávida não fica na posição supina (deitada reta). Se a gestante é sedentária, não poderá começar a se exercitar ao engravidar. Para as ativas, as melhores opções são as modelidades de baixo impacto, como caminhada, natação, hidroginástica, ioga e pilates. Antes delas, porém, converse com seu médico.

8- Como evitar os pés inchados durante a gravidez?
O inchaço dos pés na gestação pode ser resultado da ação do peso do útero sobre os vasos pélvicos e acontece com mais frequência no final da gravidez. Repousar com os pés elevados, duas vezes ao dia, costuma melhorar bastante esse sintoma. Aproveite o fim da noite e todos os momentos livres que tiver para colocar as pernas na posição horizontal e, assim, facilitar o retorno do fluxo de sangue e evitar o inchaço. Também é fundamental beber muita água e comer de forma equilibrada, aumentando a quantidade de alimentos com bastante líquido (melão, melancia, tomate, pepino). A ingestão de sal deve diminuir e a de proteína, aumentar, pois sua deficiência também pode causar retenção de água. É recomendado, ainda, o uso de meias de média compressão.

9- Há algum perigo em usar cremes para a pele que contenham vitamina C? E ácidos?
São contra-indicados os cremes e loções à base de ácido retinóico, adapaleno e fenol, assim como qualquer tratamento com isotretinóina, porque estas substâncias provocam malformações fetais. O correto mesmo é suspendê-los ao planejar um bebê. Os formulados com retinol, elastina , alfa-hidroxiácidos ou ácido glicólico não oferecem riscos. Quanto à vitamina C, a gestante pode usar, desde que nunca tenha apresentado quadros alérgicos, por causa dela.

10- Estou com quase 4 meses de gravidez e sempre pratiquei exercícios. Posso continuar a fazer musculação e boxe tailandês?
A gravidez é um fato limitante para ambas as atividades físicas. Os riscos de traumas (que podem causar descolamento da placenta, sangramento e até a morte do feto), comparados aos benefícios, são muito maiores, por isso é indicado que procure outros tipos de exercícios, a menos que você seja uma atleta de elite. No caso da musculação, existem médicos que defendem que a gestante pode dar continuidade se já estiver acostumada, desde que não tenha tido nenhum sangramento nem parto prematuro em uma gestação anterior. Para isso, porém, é preciso a liberação do obstetra e os treinos deverão ser adaptados ao seu novo estado.

Plástica BR Cuidado especial na Gestação

Plástica BR
Nutrição na Gestação!!





A gestação é um período mágico e de muita transição. A natureza modifica o corpo e a mente para transformar a mulher em mãe. Isso não é um processo fácil. Após 7 a 10 dias da fecundação o sangue da mãe começa alimentar o filho. E aí vem a grande responsabilidade da gestação, a alimentação. Este é o assunto que eu mais gosto de falar e acompanhar. É o momento de deixar de lado o que gosta de comer para colocar em prática o que é necessário comer.  É importante que você, futura mãe, entenda a importância da alimentação nesse período.

O primeiro trimestre é de extrema importância para a formação do bebê. É uma fase de intensa divisão celular. O estado nutricional da mãe antes da gestação é essencial para garantir nutrientes necessários para que essa divisão celular aconteça de maneira adequada. Ou seja, o cuidado com a alimentação tem que começar antes da própria gestação. Uma alimentação saudável e equilibrada antes da gestação é que garantirá o desenvolvimento adequado do feto.
No segundo e terceiro trimestre da gestação, o ganho de peso adequado no período gestacional, a ingestão adequada de nutrientes, o controle do fator emocional e o estilo de vida serão determinantes para o desenvolvimento e crescimento normal do feto.
Existem alguns mitos na alimentação das gestantes. Um mito muito forte e ainda presente é a certeza de que a gestante precisa comer por dois. Será que precisa? Não, não tem necessidade de comer por dois e sim consumir nutrientes por dois. Essa idéia de que gestante com cara de “bolacha” e barriga gigante é saudável está totalmente inadequada. O ganho de peso excessivo na gestação está relacionado com o nascimento de bebês muito grandes, diabetes gestacional, aumento da pressão arterial durante a gestação/parto e em alguns casos necessidade de parto cirúrgicos. Isso é saudável? Por isso, sogra e mãe das futuras mamães, calma com a crença da canjica, cerveja preta, canja entre outras.

Mas o que muda na alimentação?
No primeiro trimestre não é necessário aumento calórico e sim seguir uma alimentação saudável e rígida. Para garantir os nutrientes necessários nessa fase é necessário respeitar religiosamente os horários das refeições. Cada refeição tem a sua importância em nutrientes. Segue um exemplo de qualidade alimentar, lembrando que as necessidades energéticas e nutricionais são diferentes para cada gestante.
- Café da manhã e lanche da tarde: é necessário ter uma fonte energética como o pão integral ou granola ou aveia. Uma fonte proteica do grupo dos leites e derivados como o leite, iogurte , queijos magros ou leite de soja enriquecido com cálcio e uma fruta.
- Almoço e jantar: é necessário ter energia como arroz integral ou macarrão integral ou mandioca cozida ou mandioquinha. Uma fonte proteica vegetal (feijão, lentilha, soja ou grão de bico). Uma fonte proteica animal (carne vermelha, frango, peixe ou ovo). Legumes, vegetais cozido e saladas em torno de 2 a 3 pires por refeição.
- Ceia: depende muito da necessidade de cada gestante. Leite e derivados são boas opções.
No segundo e terceiro trimestre é necessário manter rigidez na qualidade alimentar e aumentar as necessidades energéticas, que é individual dependedo de cada gestante, mas esse aumento energético costuma ser em torno de 300 Kcal a mais por dia. Essa energia a mais deve ser introduzida de maneira fracionada para prevenir o aumento de peso e desenvolvimento de doenças como a Diabetes Gestacional. Quando falamos em número, parece que 300 Kcal a mais é muita coisa. Mas atingimos isso rapidinho. Ex: 1 fatia média de bolo de chocolate recheado tem 317 Kcal, 1 pacote de 50 g de bolachas Waffer tem em torno de 248 Kcal e 1 fatia de panetone tem 283 Kcal.

Algumas dicas importantes:
- Em toda a gestação é necessário ter preocupação de consumir os minerais ferro e cálcio na quantidade adequada. As fontes de ferro bem absorvidas e aproveitada pelo organismo são as fontes animais como a carne vermelha. As fontes de ferro vegetal como grãos e vegetais verdes-escuros precisam da vitamina C para serem bem absorvidos. Então sempre tenha uma fruta cítrica junto do almoço e jantar como por exemplo a laranla e o Kiwi. Fontes de cálcio são os leites e derivados, vegetais verdes-escuros, tofú. Mas não deve-se consumir leite e derivados junto do almoço e jantar porque atrapalha a absorção do ferro. Portanto, leite e derivados são bem vindos no café da manhã, lanche da tarde e ceia.
- Consuma 5 pires de vegetais coloridos por dia. Cada cor de vegetal representa um nutriente específico e todos são essenciais na gestação.
- Ingira 3 a 5 porções de frutas por dia fracionadas. Ou seja, uma fruta por refeição.
- Consuma grãos todos os dias. Esse grupo é composto por lentilha, feijão, grão de bico, soja, ervilha. Lembre-se que temos vários tipos de feijão. Assim não tem como enjoar. Use a criatividade! Um dia faça uma salada de grão de bico, no outro dia salada de feijão branco, lentilha cozida, feijão carioca cozido, etc. Lembre-se que não deve-se colocar bacon ou linguiça no preparo desses alimentos.
- Prefira os carboidratos integrais como arroz integral, macarrão integral, aveia, granola, pão integral, biscoito integral.
- Escolha carnes magras como o peito de frango ou carne vermelha de segunda qualidade ou ovo preparado sem adição de óleo.
- Não esqueça de hidratar o seu corpo! Segue a recomendação de 2 litros por dia.
- Evite embutidos, frios, frituras e doces.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

TUDO SOBRE PEELING

PEELING

APROVEITE O INVERNO PARA CUIDAR DA SUA PELE

Esta conduta, que já foi largamente utilizada pelos cirurgiões plásticos em décadas anteriores, passou por um período de baixa procura. Atualmente tem sido bastante procurada , pelo fato de novos procedimentos terem sido introduzidos (utilizando-se substâncias químicas, recursos instrumentais como Dermoabrasores, Raios Laser, Rádio-frequência, etc.).

Vários fatores deverão ser levados em consideração, no exame inicial do(a) paciente:

a) Irregularidade da pele e sua causa: seqüela de espinhas, varíola, cicatrizes leves, micro-sulcos, etc.

b) Tipo étnico do(a) paciente: as pessoas de pele morena são mais propícias às complicações tipo "manchas". Dai, a menor incidência de sua indicação em países tropicais (Brasil, etc.).

c) Tipo de atividade profissional do(a) paciente.

d) Presença de fatores locais que contra-indiquem o ato (barba irritável, espinhas ativas, irregularidade na superfície cutânea muito acentuada, presença de discromias em outras áreas, cicatrizes inestéticas, etc.)

e) Motivação do (a) paciente.

A Dermoabrasão, Peeling ou Resurfacing poderá ser indicada em 1 ou mais sessões (quando indicadas mais de 1 sessão, recomenda-se certo intervalo entre uma e outra, dependendo das características da pele, assim como a técnica empregada).

Poderá ser realizada sob anestesia local ou geral ou mesmo sob sedação (peeling químico).

Durante as primeiras fases ( período de eritema ) é proibida a exposição ao sol, a fim de se evitar o aparecimento de manchas na pele. Esta conduta poderá ser feita simultâneamente em áreas específicas ( peri-bucal, pés de galinha, micro-sulcos peribucais, ou na face total.

Tratando-se de conduta que exige o esclarecimento de detalhes sobre o resultado a ser oferecido, normalmente solicita-se dos (as) pacientes que exponham todas suas dúvidas durante a primeira consulta.

A relatividade do resultado deverá ser assumida, para fins de decisão da intervenção, pelo(a) próprio(a) paciente, juntamente com seu cirurgião.
Tipos de peeling

Superficial: ele atinge apenas a epiderme e é indicado para manchas e melasmas, por exemplo. Não há necessidade de preparação prévia, mas exige protetor solar até que a pele fique totalmente recuperada, sem descamação ou vermelhidão.
É recomendável para quase todos os casos, aumentando apenas o número de sessões - isso garante que não haverá nenhum tipo de lesão e que você não vá precisar sair de circulação depois de fazê-lo.

Médio: atinge a derme e é indicado para rugas, marcas mais profundas, degeneração e cicatrizes. Pode-se prepara a pele com aplicações de ácido retinóico ou com um peeling superficial. Quem se submete a este peeling, vê resultados melhores, mas fica de três a sete dias fora de circulação, até que uma pele fina, nova e avermelhada apareça.
Neste método, o bloqueador é indispensável e deve ser aplicado continuamente.

Profundo: é muito útil para peles extremamente enrugadas. O procedimento é feito em uma clínica ou hopsital, com anestesia, monitoramento cardíaco e das funções hepáticas para garantir que a química utilizada não caia na corrente sangüínea e para que não sinta dor", completa o especialista.
O tempo de recuperação é quase o mesmo do peeling médio, de sete a dez dias. Pessoas que têm herpes simples precisam de tratamento específico para garantir que não ganharão cicatrizes ao invés de uma pele de pêssego.

O bloqueador solar também é extremamente necessário porque a pele formada é muito sensível.
Os dias pouco iluminados do inverno são muito proveitosos para quem quer fazer um peeling. A idéia é deixar a pele lisinha, sem marcas, com o colágeno em dia e viçosa, espantar a aspereza, igualar a cor e acabar de vez com os estragos do sol na cutis - sonho de dez entre dez mulheres.

Como é realizado:

O processo consiste na descamação da pele, que pode ser superficial, média ou profunda e retira manchas e rugas, principalmente. Cicatrizes de acne e oleosidade excessiva também podem ser resolvidos.

O número de aplicações e o tipo de peeling a ser aplicado vai variar de acordo com o diagnóstico e o tempo que você tem disponível para tratar a pele. Peelings mais fortes exigem que a pessoa fique alguns de repouso.

O peeling superficial pode ser feito por qualquer pessoa. O médio e o profundo são indicados para mulheres mais maduras e que já ganharam algumas rugas ou manchas.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Mitos e verdades sobre Dietas no Inverno

10 mitos e verdades sobre dietas



1. Alguns alimentos têm gordura zero.
Mito: Todos os alimentos têm gordura, mesmo um peito de frango grelhado.  Para perder peso  é preciso primeiramente eliminar  definitivamente  as frituras da sua dieta e, no preparo dos alimentos, utilizar apenas azeite de oliva, ainda assim em pequenas quantidades, pois embora saudável também engorda.  O óleo deve ser evitado, já que ele não é um tempero e não agrega nenhum sabor aos alimentos. Para se ter uma idéia,  carboidratos e proteínas têm em torno de 4 calorias por grama, enquanto gorduras têm mais do que o dobro (9 calorias por grama).

2. Água quente em jejum queima gordura.
Mito: Queimar gordura e eliminar peso depende da quantidade de alimentos ingeridos e  do número de calorias eliminadas. Alguns poucos alimentos aceleram o metabolismo, como a cafeína. Beber água quente em jejum  ou chá quente  após as refeições não elimina nenhum grama de gordura que você ingerir ou  a que você já tem em seu corpo. O ideal é diminuir ao máximo ou cortar a quantidade de gordura ingerida , além de praticar exercícios  físicos.

3. É possível comer comida saudável em fast foods.
Verdade: Fast foods podem ser úteis se você aprender a comer de forma balanceada. Grelhados, saladas e outros alimentos saudáveis também podem ser encontrados em fast foods. Fique de olho na quantidade e na forma de preparo dos alimentos. Dê preferência aos sem gordura e jamais fritos.
4. Para emagrecer é preciso comer pequenas quantidades divididas ao longo do dia.
Verdade: Seu corpo precisa de uma certa quantidade de calorias e nutrientes todos os dias para funcionar bem. Se você pular refeições durante o dia, estará mais propenso a compensar nas outras refeições. Uma forma saudável de perder peso é  ingerir pequenas quantidades de comida divididas em cinco refeições, que devem incluir uma variedade de alimentos nutritivos e com pouca gordura.
5. Tudo que é natural é bom para a saúde.
Mito: Um produto considerado natural não é necessariamente seguro para sua saúde. Alguns produtos vendidos sem orientação de um médico geralmente não são testados cientificamente para comprovar se são seguros ou funcionam. Verifique com seu médico antes de usar qualquer produto natural ou à base de ervas para emagrecimento. Você pode estar deixando de tratar-se adequadamente, subestimando seus riscos.

6. Comer à noite engorda.
Mito: É claro que à noite o metabolismo é mais lento. É importante comer alimentos de fácil digestão como legumes, sopas, sucos, frutas. Não importa que hora do dia você come,  é  a quantidade ingerida durante todo o dia que o faz ganhar ou perder peso.

7. Dietas da moda são ótimas para perder peso de forma rápida.
Mito: Dietas da moda não são a melhor forma de perder peso. Essas “dietas” geralmente limitam seriamente ou proíbem alguns tipos de alimentos em detrimento de outros. Desconfie de qualquer dieta que restrinja os principais grupos de alimentos a longo prazo. A alimentação deve ser saudável e equilibrada.  Ao seguir uma dieta de poucas calorias com um bom equilíbrio entre carboidratos, proteínas e gorduras, você perderá peso sem prejudicar seu organismo e terá uma menor probabilidade de recuperar o peso perdido.

8. Carne vermelha é ruim para a saúde.
Mito:  A carne vermelha, assim como o frango, o porco e o peixe, contém gordura saturada e colesterol. Porém contém nutrientes que são importantes para a saúde como proteína, ferro e zinco. O tamanho de uma porção de carne tem o tamanho aproximado de um baralho de cartas. Escolha pedaços de carne que  tenham  menos gordura e retire qualquer gordura extra antes de cozinhar.

9. Comer e assitir TV engorda.
Verdade: Tente não lanchar enquanto estiver fazendo outras coisas como assistir televisão, jogar vídeo game ou usar o computador. Se você fizer as refeições e lanches na copa ou na sala de jantar, estará menos propenso a se distrair e provavelmente estará mais ciente de o quê e o quanto está comendo.

10. Posso comer tudo que quero e emagrecer.
Mito: Para perder peso é necessário controlar a ingestão de alguns grupos de alimentos como doces, frituras, massas, etc. Troque  as bolachas, frituras  e doces por barrinha de cereais, assados, frutas, alimentos lights, etc. Acima de tudo, encontre prazer em outras atividades que não a comida. Adote hábitos de vida saudáveis e mantenha-os mesmo depois de alcançar o peso ideal. Lembre-se que sem força de vontade não há resultado.

 Plástica BR
http://www.plasticabr.com.br/

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Otoplastia

Tudo sobre Otoplastia.

OTOPLASTIA (Orelhas)



A orelha é uma das partes do corpo humano que poderá trazer o estigma familiar: "O filho tem a orelha do pai"! Muitas vezes a orelha em abano, é encontrada em vários membros da família e constitui uma identificação negativa, principalmente pelo fato de gerar caçoadas na infância, trazendo como conseqüência marcas profundas no comportamento posteriormente.

Assim é que existe uma idade ideal para se fazer a cirurgia de correção do abano: 5 a 7 anos, período em que a orelha já está totalmente formada e quase igual ao tamanho daquela do adulto. Além do mais, por se tratar de um período pré-escolar, nessa fase começam os problemas de ordem psicológica.

Adultos ou adolescentes com orelha de abano podem ser operados sem nenhum prejuízo adicional, sob anestesia local.

Normalmente as seguintes perguntas são feitas por ocasião da 1ª consulta:

A CIRURGIA DA ORELHA EM ABANO DEIXA CICATRIZES?
A cicatriz desta cirurgia é praticamente invisível, por localizar-se atrás da orelha, no sulco formado por esta e o crânio. Além do mais, como se trata de região de pele muito fina, a própria cicatriz tende a ficar "quase imperceptível", mesmo em algumas técnicas que utilizam pequenas incisões na face anterior .

QUAL O TIPO DE ANESTESIA?
Crianças: anestesia geral. Adultos: anestesia local com ou sem sedação (a critério).

QUAL O PERÍODO DE INTERNAÇÃO?
Meio período a 1 dia, dependendo do tipo de anestesia e idade do(a) paciente.

QUANTO TEMPO DEMORA O ATO ClRÚRGICO?
Geralmente em torno de 90 a 120 minutos.Entretanto, o tempo de ato cirúrgico não deve ser confundido com o tempo de permanência do paciente no ambiente de Centro Cirúrgico, pois, esta permanência envolve também o período de preparação anestésica e recuperação pós-operatória. Seu médico poderá lhe informar quanto ao tempo total.

HÁ PERIGO NESTA OPERAÇÃO?
O perigo não é maior ou menor que aquele de se viajar de automóvel, avião ou mesmo o simples atravessar de uma rua. São riscos do quotidiano, os quais estamos acostumados a enfrentar.

HÁ DOR NO PÓS-OPERATÓRIO?
Certo incômodo poderá ocorrer no pós-operatório. Quando houver esta intercorrência, poderemos combatê-la com analgésicos comuns.

COMO É O CURATIVO?
Faz -se a proteção da cicatriz com curativos pequenos. Protege-se a orelha (principalmente em crianças), nos primeiros dias, com uma espécie de touca, a fim de evitar traumatismos locais. Em alguns casos, recomenda-se o uso das faixas tipo "ballet" ou "tenis".

QUANDO SÃO RETIRADOS OS PONTOS? HÁ DOR?
Em torno do 8o. dia. Não existe dor na retirada.

EM QUANTO TEMPO SE ATINGIRÁ O RESULTADO DEFINITIVO?
Assim que se retira o curativo já teremos em torno de 80 % do resultado almejado. Após 12 semanas, o resultado será definitivo.

NÃO HÁ O RISCO DE "VOLTAR O PROBLEMA DO ABANO" APÓS A CIRURGIA?
Desde que devidamente conduzida a cirurgia, o resultado será definitivo. Convém salientar que uma leve assimetria poderá ocorrer, pois, mesmo as pessoas não operadas e que tenham orelhas normais, não apresentam simetria absoluta.

RECOMENDAÇÕES SOBRE A CIRURGIA DE ORELHA EM ABANO

PRÉ-OPERATÓRIO:

- Comunicar-se com o seu médico até a véspera da cirurgia, em caso de gripe, infecções, etc.
- Obedecer ao horário estabelecido para internação.
- Manter-se em jejum por um período de 8 a 12 horas antes.
- Lavar os cabelos na vésperas.
- Se V. tiver cabelos compridos, não deverão ser cortados e sim mantidos até um período após à cirurgia. Isto ajuda a disfarçar o curativo, nos primeiros dias.
PÓS-OPERATÓRIO:

- Evitar sol, friagem, vento e traumatismos locais por um período de 10 dias.
- Comparecer ao consultório para controle pós-operatório, nos dias indicados pela enfermeira.
- Obedecer à prescrição médica.
- Poderá retornar às atividades escolares, profissionais, etc 4 a 5 dias após a cirurgia.
- Alimentação livre, a partir do segundo dia, principalmente à base de proteínas ( carnes, leite, ovos ) e vitaminas (frutas).

Plástica BR tudo sobre Celulite,como previnir e eliminar.

Subincisão     (Subcision ) ®
 Conceitos Clínicos:

1.     Celulite é um quadro inflamatório do tecido celular subcutâneo.





·        Lesões ou alterações do relevo cutâneo que conferem a pele aspecto em “casca de laranja” ou acolchoado.
·        Lipodistrofia ginóide.
·        Coxas e nádegas além de braços e tronco.
·        Ambos os sexos (principalmente mulheres).
·        Várias faixas etárias (principalmente após a puberdade e obesidade).

       2.Histopatologia:

·        Epiderme normal
·        Derme papilar e parte superficial da derme reticular-infiltrado perivascular de linfócitos.
·         Edema de fibras colágenas  mascaradas superficiais da derme.
·        Não há fibrose,esclerose ou hialinização.
·        Fibras elásticas diminuídas e tendência a fragmentação.




      3- Tratamentos propostos:

·        Massagens
·        Produtos tópicos
·        Eletroterapia
·        Mesoterapia ( lipóticos e antilipogênicos)
·        Métodos diuréticos (Grau I e II)
·        Subcision (Grau III e IV)
·        Lipoaspiração


Subcison -  1957-Cirurgia do subcutâneo sem incisão.


1.     Mecanismos de ação:

·        Secção dos septos fibrosos do sistema musculvaponeurótico superficial.
·        Formação de novo tecido conectivo.
·        Redistribuição das forças de tração e tensão dos lobos de gordura pela secção dos septos.

2.     Avaliação Clínica
Indicações e Contra-indicações:

Classificação da Celulite

GRAU I: Sem alteração de relevo à inspeção ou aplicação de manobras.

GRAU II: Sem alteração de relevo à inspeção porém com alteração as manobras de contração muscular ou pinçamento da pele.

GRAU III: Alteração de relevo à  inspeção.

GRAU IV: Alterações do Grau III,somadas a nódulos palpáveis e aderência  a planos profundos.






1.     SUBCISION – Grau III e IV


Indicações

              Agravantes:

·        Gordura Localizada
·        Flacidez


2. SUBCISION

Contra-indicações :

·        Cicatrizes hipertróficas.
·        Quelóides.
·        Hemorragias.
·        Doenças Cardiovascular grave ou descompensada.
·        Gestação.
·        Infecção local ou sistêmica.
·        Anticoagulantes,AAS,AINES,Gingko Biloba e Vitamina E.








           
    3.Profilaxia:

·        Ciprofloxacina 500mg/12 em 12h por  três dias,iniciar  6 horas antes do procedimento.

              

              4.Técnica Cirúrgica


·        Registro fotográfico.
·        Marcação das depressões (posição ortostática e musculatura relaxada).
·        Antissepsia.
·        Anestesia (lidocaína com vaso constritor).
·        Dose:7 mg/Kg  de peso.
·        Botão anestésico intradérmico no local de incisão da agulha a profundidade de 2cm por retroinjeção.
·        Inserir agulha a 1,5cm da área demarcada.
·        Agulha 18G bisel voltado para cima ( BD NoKor ® 18 G).
·        Compressão de 5 a 10 mm.
·        Curativo com micropore.
·        Malha compressiva.





                   5. Evolução:

·        Dor leve (48 horas).
·        Reavaliação após 72h.
·         Hemossidirose (1 a 12 meses).
·        Malha compressiva (30 dias).


                  6. Excesso de resposta:

·        Corticóide intralesional (Triancinolona).
·        Resultados em 30 – 45 dias.


Considerações Finais:

·        Subcision® é eficaz no tratamento da Celulite e seqüelas  de lipoaspiração.
·        Técnica de preenchimento cutâneo que utiliza material autólogo(sangue).
·        Lipoaspiração-Gordura Localizada.
·        Subcision – Celulite.
·        Tratamento rápido,seguro e eficaz.


Os septos correctivos são seccionados redistribuindo as forças de tensão e tração exercidas por eles a superfície cutânea.

Referência Bibliográfica.
TRATADO DE MEDICINA ESTÉTICA
Maurício de Maio-Vol.III
Editora .ROCA







            













               




terça-feira, 14 de junho de 2011

Tudo sobre RINOPLASTIA eu já fiz e recomendo!!

RINOPLASTIA




O nariz é uma estrutura estético-funcional de grande importância na face, pois tem papel fundamental na respiração e na harmonia da face. A cirurgia de rinoplastia é um a das cirurgias mais realizadas atualmente, e tem por objetivo harmonizar o nariz dentro da face, sem prejudicar a sua função. Por ser a estrutra mais proemintente do rosto e se situar no centro da face, torna-se muito perceptível e dificilmente ocultável. Muitas vezes, pequenas modificações apresentam grandes resultados. Também é importante realizar alterações no nariz de forma que ele não fique com aspecto de "nariz operado", tão observado atualmente.

A cirurgia pode ser realizada sob anestesia local ou geral.

Algumas dúvidas comuns nesta cirurgia estão listadas abaixo:

A RINOPLASTIA DEIXA CICATRIZES?
Certos narizes permitem que as cicatrizes fiquem escondidas dentro da cavidade nasal. Nestes casos, não haverá cicatriz aparente.. Em outros casos, entretanto, existem cicatrizes externas pouco aparentes, como conseqëncia de incisões (cortes) feitos na columela ou nas asas nasais. Nestes casos, impõe-se a colocação destas cicatrizes externas ( pouco visíveis ), para se proporcionar um melhor resultado à forma final ou mesmo à fisiologia nasal.

PODEREI ESCOLHER, PARA O MEU FUTURO NARIZ, A FORMA QUE EU DESEJAR?
Não. Existe um equilíbrio estético entre o nariz e a face, equilíbrio este que o cirurgião deve observar, a fim de preservar a naturalidade e autenticidade dessa face. Cada caso é estudado minuciosamente, a fim de que se possa dar ao nariz a melhor forma possível, dentro das exigências da face. Se a sua escolha coincidir com aquele tipo de nariz planejado, sem dúvida seu desejo será atendido. Cirurgião e paciente deverão estar de acordo com o resultado possível de se obter.

O RESULTADO DEFINITIVO EM RELAÇÃO À FORMA E FUNÇÃO É IMEDIATO?
Não. Várias fases são características do pós-operatório do nariz. Assim é que, numa 1ª fase (logo após a retirada do gesso, em torno o 7º dia), apesar de corrigidos vários defeitos estéticos do nariz original, notamos um edema (inchação) que vai diminuindo com o passar dos dias e que tende a se normalizar em torno do 6º mês. Existem pacientes que atingem o resultado definitivo um pouco antes, bem como outros que ultrapassam este período. A persistência ou não do edema transitório por um período mais longo que o normal geralmente não interfere no resultado final.

COMO FICARÁ MINHA RESPIRAÇÃO APÓS A CIRURGIA?
A Rinoplastia também, visa, se possível, melhorar as condições respiratórias do paciente, quando estas condições são precárias no nariz original. Apesar de haver alguma dificuldade respiratória no pós-operatório mediato (algumas semanas), isto se deve ao fato do "edema" também existir na parte interna do nariz, assim como o movimento de "válvula respiratória" fica prejudicado nesse período, por alteração da elasticidade das asas. Com o decorrer do tempo tende a normalizar-se. Problemas respiratórios poderão estar ligados ao septo que, em certros casos, poderá ser corrigido no mesmo tempo cirúrgico. Quando a correção do septo demanda cuidados especiais, a rinoplastia deverá ser feita numa segunda oportunidade, após ter sido corrigido o septo.

SOFRO DE CORIZA CONSTANTE. PODERÁ A CIRURGIA ESTÉTICA ALIVIAR-ME DESTE SOFRIMENTO?
A prática nos mostra que, em alguns casos, após realizada a rinoplastia os sintomas crônicos que vinham incomodando o paciente há anos, poderão ser minimizados ou mesmo desaparecer. Isto, entretanto, não poderá ser assegurado para todos os casos. O importante é esclarecer que as funções respiratórias deverão ser preservadas após a rinoplastia.

POR QUANTO TEMPO PERSISTE O RESULTADO OBTIDO?
O resultado de uma rinoplastia persiste por longo tempo. Após alguns anos, como em qualquer parte do organismo, poderão ocorrer algumas alterações morfológicas na região nasal.

A RINOPLASTIA É CONSIDERADA COMO SENDO UMA CIRURGIA "PEQUENA" ou "MÉDIA"? E AS COMPLICAÇÕES?
Raramente a Rinoplasia determina sérias complicações. Entretanto, sendo um procedimento cirúrgico, ocasionalmente poderão ocorrer imprevistos na evolução. Felizmente, esses eventuais imprevistos são passíveis de correções posteriores, mediante revisões cirúrgicas, em pró do resultado planejado.
Os possíveis "imprevistos" não devem ser confundidos com as formas intermediárias pelas quais passa o nariz, no pós-operatório mediato, até que atinja sua forma definitiva.
Quaisquer dúvidas a respeito de uma possível complicação pós-operatória serão esclarecidas pelo seu cirurgião, que se antecipará a informá-lo (a) a respeito disto, sem qualquer constrangimento.

QUAL O TIPO DE ANESTESIA QUE SE UTILIZA PARA A OPERAÇÃO?
Tanto a anestesia local quanto a geral ou a associada serão utilizadas. Ficará critério de cirurgião e paciente decidirem qual o mais indicado em cada caso.

QUANTO TEMPO DEMORA O ATO CIRÚRGICO?
Entre 1 e duas horas. Em alguns casos este tempo é ultrapassado, desde que as circunstâncias assim o exijam. Entretanto, o tempo de ato cirúrgico não deve ser confundido com o tempo de permanência do paciente no ambiente de Centro Cirúrgico, pois, esta permanência envolve também o período de preparação anestésica e recuperação pós-operatória. Seu médico poderá lhe informar quanto ao tempo total.

QUAL O TEMPO DE INTERNAÇÃO?
Poderá variar de meio período até 1 dia de internação. Tudo dependerá do tipo de anestesia utilizada e da recuperação do paciente no pós-operatório imediado. Seu médico procurará determinar o tempo de internação, sempre visando seu maior conforto e segurança.

SÃO UTILIZADOS CURATIVOS? QUANTOS?
Quando se realiza o procedimento de fratura, o nariz é mantido imobilizado com ou outro material imobilizante, que o recobre totalmente, permanecendo por cerca de 7 a 8 dias, período após o qual é retirado no consultório. Em alguns casos é utilizado o tamponamento nasal , que poderá ser deixado por 24 a 72 horas. Se for realizada a correção simultânea do septo, poderá ser ultrapassado este tempo, com troca de tampões.

OUVI DIZER QUE O NARIZ "SANGRA" NOS PRIMEIROS DIAS. ISTO É VERDADE?
Existe um pequeno sangramento, que é normal nas primeiras 48 horas. Isto, entretanto, não deverá ser motivo de preocupação pois um curativo de proteção, sobreposto a abertura do nariz, é conservado propositadamente, a fim de aparar esse sangramento. Esse curativo adicional poderá ser trocado em casa, tantas vezes quanto necessário.

HÁ DOR NO PÓS-OPERATÓRIO?
Raramente. A rinoplastia apresenta pós-operatório bastante confortável.. Quando ocorrer uma eventual dor, esta é facilmente combatida com analgésicos, que lhe serão receitados como preventivos.

HÁ PERIGO NESTA OPERAÇÃO?
Raramente uma cirurgia de rinoplastia determina sérias complicações. Isto se deve ao fato de se preparar convenientemente cada paciente para o ato operatório, além de ponderarmos sobre a conveniência de associação desta cirurgia simultaneamente a outras. O perigo não é maior ou menor que uma viagem de avião ou automóvel, ou mesmo um simples atravessar de via publica.

EM QUE POSIÇÃO DEVEREI DORMIR, NOS PRIMEIROS DIAS?
Sempre com a cabeça discretamente elevada do leito (travesseiro). Manter-se com a face voltada para cima , sempre que possível.

QUANDO PODEREI TOMAR SOL?
Geralmente após o 3º dia pós-operatório, não existe qualquer inconveniente em se expor ao eventual sol da rua. Se a face apresentar equimoses ( aquelas manchas características de infiltrado sanguíneo), deverá ser utilizado um cremo foto-protetor FPS 30 na face, evitando-se exposições ao sol diário. Entretanto, para exposições longas (praias, banhos de sol), aconselha-se aguardar um período mínimo de 30 a 45 dias.

QUAL A EVOLUÇÃO PÓS-OPERATÓRIA?
V. não deve se esquecer que, até que se atinja o resultado almejado, diversas fases evolutivas são características deste tipo de cirurgia. Assim é que edemas (inchaço), "manchas" de infiltrado sanguíneo, dificuldade respiratória nos primeiros dias, são comuns a todos pacientes; evidentemente, alguns apresentam estes fenômenos com menor intensidade que outros. Esperamos que você esteja neste grupo. Caso não esteja, não se preocupe. Dê tempo, que seu organismo se encarregará de dissipar todos os pequenos transtornos que, infalivelmente, chamarão a atenção e alguma pessoa que não lhe poupará a pergunta: "... algo de errado não estará acontecendo?". É evidente que toda e qualquer preocupação de sua parte deverá ser transmitida ao seu cirurgião plástico, e somente a ele, que tem condições de lhe esclarecer e tranquilizá-lo(a). Em tempo: geralmente existe um período de euforia, logo que se retira o gesso ou o imobilizador (7º dia). Em raros casos, uma discreta ansiedade advém, em decorrência do aspecto transitório do edema e das manchas sanguíneas. Isto é passageiro e geralmente reflete o desejo de se atingir o resultado final o quanto antes. Tenha paciência. Lembre-se que nenhum resultado de cirurgia estética do nariz deverá ser avaliado antes do 6º mês pós-operatório.

PARA FINALIZAR: O RESULTADO DA CIRURGIA ESTÉTICA DO NARIZ COMPENSA?
Evidentemente. A rinoplastia proporciona grandes satisfações. Lembre-se no que lhe foi dito anteriormente: cada caso é analisado individualmente na 1ª consulta, ocasião em que lhe são esclarecidos todos os detalhes aqui relatados, bem como aqueles que por lapso tenham sido olvidados. Desde que nos decidamos mutuamente a realizar a cirurgia (médico e paciente), é porque o resultado compensa. Caso contrário, deve-se recusar a operação. Esta despretensiosa mensagem foi elaborada com intuito de informa-lo(a) a respeito da Rinoplastia. Através do Site da SBCP na INTERNET, você poderá obter maiores esclarecimentos, se assim o desejar.

RECOMENDAÇÕES SOBRE RINOPLASTIAS

RECOMENDAÇÕES PRÉ-OPERATÓRIAS:

- Comunicar-se com seu cirurgião, até a véspera da cirurgia, em caso de gripe, resfriado, coriza ou quaisquer sintomas que afetem a boca, o nariz ou a garganta.
Internar-se no Hospital indicado, obedecendo ao horário estabelecido.
- Em caso de internar-se no mesmo dia da operação, comparecer ao hospital totalmente em jejum.. - Evite bebidas alcoólicas ou refeições muito lautas, na véspera da cirurgia.
RECOMENDAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS:

- Evitar sol, vento ou friagem nos três primeiros dias.
- Trocar o curativo externo tantas vezes quanto necessário.
- Cuidados especiais para com o gesso ou o imobilizador: não traumatizar o curativo, evitar a umidade ou a tentação de "retirá-lo para ver como ficou o nariz".
- Obedecer à prescrição médica (receita).
- Voltar ao consultório p/curativo, no dia e hora indicados.
- Não se preocupar com as narinas obstruídas, em caso de estar usando tampões.. Aguarde retirada dos mesmos.
- Evitar sol de praia no período de 30 a 45 dias. Poderá, entretanto, expor-se ao sol ocasional de rua, a partir do 3o. dia, desde que obedecidos os cuidados anteriormente descritos.
- Não usar óculos, até que seja autorizado (a). Caso seja imprescindível a utilização dos óculos, solicite orientação ao seu médico de como fazê-lo.
- Não se preocupar com as formas intermediárias nas diversas fases (o nariz está inchado).
- Tire com seu cirurgião plástico quaisquer dúvidas. Evite sensibilizar-se pelas opiniões dos amigos nesta fase inicial.

terça-feira, 24 de maio de 2011

25 de Maio Dia Internacional da Tireoide

O que é a Tireoide?






A tireoide é uma glândula localizada na região anterior do pescoço que tem forma de borboleta. Os hormônios tireoidianos (T4 e T3) são responsáveis pela regulação do metabolismo, ou seja, por todo o trabalho celular do organismo. Assim, uma tireoide hipoativa (hipotireoidismo) ou hiperativa (hipertireoidismo) pode causar uma gama de sinais e manifestações clínicas que afetam a qualidade de vida dos pacientes.

No entanto, porque os sintomas podem ser leves ou inespecíficos, o diagnóstico é muitas vezes confundido com outras condições e não realizado.

Fique Atento

Estima-se que aproximadamente 300 milhões de pessoas sofram de disfunções da tireoide em todo o mundo, sendo que mais da metade desconhecem sua condição. As mulheres em particular e os idosos são mais suscetíveis às doenças da tireoide.

No idoso, os sintomas dos distúrbios da tireoide podem ser confundidos com os da própria idade e não serem adequadamente tratados. Os distúrbios funcionais da glândula, se não tratados, podem causar complicações graves, entre as quais doenças cardiovasculares. Podem ainda afetar a gestação e o feto em desenvolvimento. Por outro lado, as disfunções da tireoide podem ser facilmente detectadas, através de um exame, o TSH, que avalia os níveis séricos do hormônio estimulador da tireoide. O teste é simples, de baixo custo e disponível pelo SUS.

Hipotireoidismo Congênito

Outro ponto que o Departamento de Tireoide faz questão de lembrar e aproveita a Semana Internacional da Tireoide para fazer um alerta sobre o diagnóstico do hipotireoidismo congênito e a triagem neonatal., o Programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN) foi criado pelo Governo Federal com o objetivo de prover cobertura universal em todo o território nacional e garantir a realização de todas as etapas. As fases vão da coleta até o tratamento e acompanhamento dos casos detectados, com o custeio de todas as etapas pelo Sistema Único de Saúde

Hipotireoidismo congênito, doenças autoimunes e nodulares da tireoide, câncer e outros assuntos relacionados deverão ser discutidos por todo país durante a última semana de maio, e em particular no dia 25 de maio quando se comemora “Dia Internacional da Tireoide”. Estão sendo programadas várias palestras pelo país, que serão anunciadas mais adiante, destinadas a abrir espaços de informação para o público.